Ministro prevê mudanças na administração local - Embaixada da República de Angola

Ir para o conteúdo

Menu principal

Ministro prevê mudanças na administração local

Ministro prevê mudanças na administração local


O ministro da Administração do Território, Bornito de Sousa, afirmou na província do Uíge, que a avaliação do desempenho dos gestores provinciais, municipais e das unidades urbanas trará mudanças na administração local.
Ao intervir no acto de abertura da Formação dos vice-governadores provinciais para o sector económico e produtivo do Uíge, Zaire, Cabinda, Huambo, Benguela, Lunda Sul, Cuanza Sul, Cunene, Cuando Cubango, Huíla, Bengo e Lubango, referiu que nesta avaliação prestar-se-á atenção particular à gestão prática dos governos.

De igual modo, referiu, a avaliação vai permitir avaliar o quotidiano das administrações municipais, vilas e cidades, quanto à prestação de serviços básicos essências às comunidades e aos cidadãos.
"De qualquer modo, importa registar aqui que 2014 vai igualmente marcar mudanças no sentido de mudar de teoria à prática e ensaiar o desempenho integrado a nível da governação local, a partir da qual far-se-á a avaliação do desempenho dos gestores provinciais, municipais e das unidades urbanas", disse.
A realização dos serviços ligados à educação, ensino, alfabetização, assistência médica e medicamentosa,
gestão dos resíduos sólidos, saneamento básico, gestão do trânsito, ordenamento urbano, assistência social às comunidades e grupos vulneráveis e promoção do activismo cultural e desportivo  locais são, entre outros, serviços a serem avaliados no presente ano, segundo o ministro.
Referiu, por outro lado, que a presente formação visa essencialmente proporcionar conhecimentos e dar aos vice-governadores, instrumentos e boas práticas que os capacitará para a implementação de programas e acções relacionadas ao desenvolvimento económico e social das respectivas localidades.
"Poderão igualmente fazer proveito do IFAL on line, ou seja de uma ferramenta que permite o ensino à distância e que será alargado em termos de horas, com base na experiência já realizada com o curso de governadores e administradores municipais e das unidade urbanas",  disse.
Bornito de Sousa encorajou os participantes a aproveitarem a oportunidade para tomarem contacto com a realidade local, assim como trocarem experiências que permitirão a materialização efectiva dos programas e acções para o bem-estar da população nas  respectivas áreas de jurisdição.
"Feita a abertura oficial do ano lectivo/2014 do IFAL, Instituto de Formação de Administração Local, no dia 10 de Fevereiro, declaro hoje aberto, aqui na cidade do Uíge, o Curso da Academia de liderança para vice-governadores para o Sector Económico e Produtivo, no âmbito do Plano Nacional de Formação de quadros", declarou.
Segundo o governante, após a formação dos vice-governadores, com duração de cinco dias, seguir-se-á a Academia de Liderança para vice-governadores para Área Técnica e Infra-Estruturas, cuja data e local não especificou.
Agradeceu a disponibilidade e as condições criadas pelo governo provincial do Uíge, bem como as visitas que permitiram tomar contacto com os passos que estão a ser dados pelo governo local na criação de condições para o bem-estar da população na região.
Participaram na cerimónia, além dos vice-governadores, quadros do IFAL, membros do governo da província e demais convidados.



Fonte : ANGOP

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal